Novidades Atuais

Sobre as últimas Novidades e Conhecimentos

Novidades

O Que é A Morte Para O Espiritismo

O Espiritismo, doutrina fundada por Allan Kardec no século XIX, tem uma visão particular sobre a morte. Para os espíritas, a morte não é o fim da vida, mas sim uma transição entre duas existências.

A primeira crença fundamental do Espiritismo é a imortalidade da alma. Os espíritas acreditam que o ser humano é composto de dois elementos: o corpo físico e o espírito. O corpo físico é perecível, mas o espírito é imortal.

Quando uma pessoa morre, seu espírito se desprende do corpo físico. Esse processo é chamado de desencarnação. O espírito desencarnado continua a existir, mas em um plano espiritual.

A vida após a morte é um estado de consciência e evolução. No plano espiritual, os espíritos continuam a aprender e a crescer. Eles também podem se comunicar com outros espíritos e com pessoas vivas.

A reencarnação é o processo pelo qual os espíritos retornam ao plano material para novas experiências. Os espíritas acreditam que a reencarnação é uma oportunidade para o espírito evoluir e se aproximar de Deus.

A morte, para os espíritas, é um processo natural e necessário para o desenvolvimento do espírito. É uma oportunidade para o espírito se libertar das limitações do corpo físico e continuar a sua jornada de evolução.

A crença espírita na imortalidade da alma e na reencarnação tem consequências práticas para a vida dos adeptos. Por exemplo, os espíritas acreditam que a morte não é o fim da vida e que o espírito continua a existir após a desencarnação. Isso pode ajudar os espíritas a lidar com a morte de entes queridos.

Também por acreditarem na reencarnação, os espíritas buscam viver uma vida moral e ética, pois acreditam que suas ações nesta vida influenciarão suas vidas futuras.

O Que é A Morte Para O Espiritismo na referência de vídeo

Veja Também  Prova Saude Coletiva Unopar

O Que é A Morte Para O Espiritismo

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *